Brasil, um case de sucesso para a Triumph Motorcycles

0
251

A Triumph é uma das mais antigas fábricas de motocicletas do mundo, iniciou sua produção em 1902 e de lá para cá muita coisa aconteceu em sua história. A marca forneceu mais de cem mil motocicletas para os exércitos Aliado e Britânico para as duas grandes guerras mundiais, isto ajudou a internacionalizar a marca em uma época de poucas exportações.

Poucos sabem que as competições também fazem parte da história da Triumph há muito tempo, as conquistas começaram com a primeira vitória na corrida de estrada mais famosa do planeta, o Tourist Trouphy da Ilha de Mann, e depois, o recorde de velocidade no deserto norte-americano de Bonneville, em 1956 com uma T110. O sucesso nesta competição inclusive serviu para batizar as motos de dois cilindros da marca com o nome do famoso deserto de Bonneville, nome que perdura até hoje.

Diversidade

Mas os modelos se multiplicaram com o tempo e se espalharam pelo mundo até chegarem ao Brasil para fazer muito sucesso. Hoje as motocicletas Triumph que mais se vendem por aqui são as de estilo maxitrail, da família Tiger. Aqui as 800 e 1200 cc da marca, vendem mais do que em qualquer lugar o planeta, motivo de orgulho para a equipe da marca no Brasil e de alegria para os ingleses sorrirem à toa.

A Triumph também é marca que mais investiu nas motos clássicas e hoje tem em seu lineup a linha com maior número de modelos inspirados em motos do passado. Estes modelos também já começam a cativar os motociclistas brasileiros e os números de vendas crescem a cada dia. Se em 2005 a Triumph vendeu perto de 250 unidades, os homens do marketing da marca já falam em alcançar as 1000 motos clássicas ainda em 2019. Sinal de que o Brasil tem potencial para consumir uma gama enorme de motocicletas, independentemente de estilo.

Ismael Baubeta é editor da Revista Motociclismo no Brasil, já passou pela redação das mais importantes publicações de motocicleta do país trabalhando e aprendendo com os melhores jornalistas/especialistas da área. Motociclista há mais de trinta anos, fez da paixão pelas motocicletas sua profissão. Escreve toda semana para o blog do Salão Duas Rodas 2019.

Facebook Comments